Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A noite caía. Era hora de ponta e as ruas voltavam a presenciar aquela azáfama quotidiana: lojas a fecharem, pessoas a correr, carros buzinando porque um cão ficou parado no meio da estrada…

A paragem de autocarros estava cheia de gente e escura, e ele queria 5 minutos só para si.

Olhando à sua volta, apercebeu-se do muro. Ali, vazio, distante, mas perto o suficiente.

Atravessou a estrada e sentou-se no muro. Carros passavam atrás de si e a noite estava fria, afinal era inverno. Mas bastou-lhe abrir o livro que trazia e sentir o cheiro daquelas páginas. O mundo mergulhou num estranho silêncio e ele foi transportado. A confusão deixou de existir e as pessoas tornaram-se mágicas.

Ele era o rapaz que, de espadas na não, cavalgava para Sul e autoproclamava-se Rei do Norte. Ao seu lado, o lobo corria incansável.

O seu mundo era outro.

Na hora de ponta, os carros continuaram a buzinar.

 

Perly Ramos

10/01/2012

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:55



Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D


Pesquisar

  Pesquisar no Blog